Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Abril 2009

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930


Pesquisar

 


AS TIME GOES BY

Sexta-feira, 17.04.09

Tendo de estar o mais quieta possível em casa nas próximas semanas, estou a tentar arranjar uma série de tarefas úteis para fazer passar o tempo (sendo que ainda me sobram horas livres das usadas a ler e a ver filmes e séries)


Por esta altura quero dedicar-me ao maior número de actividades estáticas possíveis.
Para já a lista é esta:
 

- Comprar pinhões inteiros e descasca-los um a um com um pequeno martelo.
- Arrumar por tamanho em minúsculas caixas todos os pregos existentes na casa, catalogando-os posteriormente.
- Aprender a fazer figuras com clipes e latas usadas
- Contar tampas azuis de garrafas de água e dividi-las por tamanho para mais tarde enviar a associações que as trocam por cadeiras de rodas.
- Tirar um curso de Office Plus na CEAC
- Aprender esperanto para mais tarde estar apta para conversar com as outras 15 pessoas da Europa que também aprenderam esta língua.
- Aperfeiçoar a pontaria treinando o "tiro pelo ar do papel em direcção ao cesto de papel".
- Aprender de cor os números de toda a lista de contactos do meu telemóvel. 
- Tirar o curso de tapetes de Arraiolos.
- Fazer bonitos rótulos com o nome das especiarias que há em cada frasco da cozinha, e coser ainda uma tampa de pano aos quadradinhos vermelhos e brancos para os tapar. 

 

- Mais ideias ?

                                                                            
                                   

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Kustou mas foi Rica a viagem(único jogo de palavras que me lembrei, ups)

Sexta-feira, 17.04.09

Já se diz que o tempo voa e agora olhando para o acontecimento acredito que de facto se perde pelas janelas. Há 9 anos quase: Foi em 2000 que vi Kusturica pela primeira e única vez em Portugal, ainda contagiada da magia desse belíssimo filme que é "Gato Preto Gato Branco". O local era altamente improvável: A No Smoking Orchestra subiu ao palco de uma pracetazita central em Ponte de Sor. Belíssima tarde de Julho, percurso pelas estradas nacionais interiores de Portugal embora muito mais lentas, também muito mais presentes nas lembranças posteriores da viagem. E as cegonhas, enormes, tão do Alentejo como os queijo, e com certeza que lá na língua delas, já com um ligeiro sotaque arrastado. O meu imaginário à volta do senhor que construiu uma tão bela história de ciganos assentava que nem uma luva com o contexto encontrado em Ponte de Sor. Uma feira gastronómica com enchidos, vinhos e gente local, pais, tios, bailaricos em esquinas suspeitas onde a prima dança com o vizinho,  comentários atravessados. Quando as luzes no pequeno palco de madeira se acendem e sobem ao palco aqueles distintos indivíduos embora com roupas rotas e instrumentos tradicionais, as famílias estranharam, mas estranharam mesmo. Metade foi embora, a outra metade ficou apenas pela curiosidade e por essa força que parece dar o álcool para entrar em qualquer coboiada. Apenas uma dezena de pessoas sabíamos de facto quem eram aqueles adoiados que tocavam violino agarrando-o ora nas axilas ora atrás das costas. Foi tudo perfeito, acredito que os concertos de sábado e domingo sejam tão eficientes como este, mas vai faltar o cheiro a Alentejo(e enchidos, entenda-se).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentários recentes

  • Isabel oliveira

    Aproveito este espaço para vos fazer um Apelo! Tem...

  • D. Leal

    A minha pergunta é: Não existiria uma maneira mai...

  • Ricardo

    Vim dar aqui, ao ver alguns videos do Nuno Marlk n...

  • Ana

    que gira esta fotografia :)

  • RUIM

    olha o david a usar as piadas do woody allen.....






subscrever feeds